LogoUT

Grupo pesquisa ensino a distância e uso de tecnologias na aprendizagem

02/09/2019

AVACEFETMG é formado por 26 pesquisadores de diversas áreas da Instituição e realiza pesquisas e projetos que abordam a atuação docente e recursos tecnológicos para o ensino

De acordo com o Censo da Educação Superior 2017, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 1,8 milhão de estudantes estavam matriculados naquele ano em cursos de graduação na modalidade Educação a Distância (EaD), um aumento de 17,6% em relação a 2016. O campo apresenta suas próprias particularidades nos métodos de ensino: sai de cena a sala de aula tradicional e entram os recursos tecnológicos.

Há 11 anos, um grupo de pesquisa do CEFET-MG vem se debruçando sobre o assunto e buscando discutir as particularidades da interseção entre tecnologias e ensino: trata-se do AVACEFETMG, formado atualmente por 26 membros de diversas áreas do conhecimento, como Educação, Engenharia da Computação, Pedagogia, Administração, Ciências Biológicas, entre outras. O grupo tem como objetivo promover discussões sobre a educação e o uso das tecnologias digitais da informação e da comunicação pensando nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) e na EaD.

Segundo a professora Márcia Grossi, uma das coordenadoras do AVACEFETMG, o grupo tem importância pela sua atuação “na formação de pesquisadores que se estabelecem através da discussão crítica sobre a utilização dos ambientes virtuais no processo de ensino e aprendizagem”.

Quinzenalmente, os pesquisadores (entre professores do CEFET-MG, mestrandos, doutorandos e especialistas na área) se reúnem para discutir temas afins à área da educação a distância e aos softwares utilizados no ensino e em pesquisas. Entre os projetos desenvolvidos atualmente estão pesquisas sobre motivação, neurociências, ensino híbrido, possibilidades da oferta de EaD via TVDigital, entre outras. O grupo também está organizando seu segundo livro, com previsão de lançamento para março de 2020, e a formatação de dois cursos a serem ofertados aos mestrandos do CEFET-MG sobre análise de conteúdo utilizando os softwares IRAMUTEC e DSCsoftware.

Para Márcia Grossi, a atuação do grupo responde a anseios atuais. “As nossas pesquisas têm respondido as novas questões sobre as mudanças na educação, em uma época na qual as tecnologias digitais estão presentes no dia a dia das pessoas e também nos espaços escolares (sejam nos presencias, ou nos ofertados pelos AVA)”, afirma a professora. “Assim, estamos contribuindo para um processo educativo mais contemporâneo e mais voltado para a realidade da sociedade atual, altamente tecnológica”.

Saiba mais

Confira o calendário de reuniões, publicações e participações em eventos de membros do grupo no site http://www.avacefetmg.org.br/
 

Redação – Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG