LogoUT

Cenário da educação é tema de seminários do Técnico e da Graduação

14/05/2019

Tiveram início, nessa segunda-feira (13), o 4º Seminário de Educação Profissional Técnica de Nível Médio e o XV Workshop do Ensino de Graduação do CEFET-MG. Os eventos acontecem até quarta-feira (15), no hotel Canto da Siriema, em Jaboticatubas (MG), e reúnem diretores dos campi, coordenadores dos cursos, chefes de departamento, docentes de formação geral e servidores das coordenações pedagógicas.

Os eventos foram abertos pelo diretor-geral do CEFET-MG, professor Flávio Santos, pela diretora de Educação Profissional e Tecnológica, professora Carla Chamon, e pelo diretor de Graduação, professor Moacir França. Flávio Santos destacou a história e a consolidação da Instituição frente ao cenário contemporâneo da educação brasileira. “Cumpre a cada um de nós defender esse modelo, essa posição que a Instituição atingiu ao longo de sua história de 110 anos”, afirmou. O diretor falou ainda sobre a importância de espaços como o Seminário e o Workshop, para a discussão das políticas institucionais, afirmando que tratam de “temas necessários para que a gente consiga ter uma oferta profissional qualificada”. “Em um cenário adverso, nosso papel, como instituição de referência é pensar o futuro, pensar quais são os caminhos para assegurar uma educação profissional cada vez melhor”, detalha Flávio Santos.

A abertura contou ainda com uma conferência do professor Carlos Roberto Jamil Cury, com o tema “Caminhos e descaminhos da educação brasileira”. Carlos Roberto, que é professor da PUC Minas e vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), fez um resgate histórico da educação no Brasil e comentou os desafios enfrentados atualmente. Segundo o professor, a educação brasileira foi caracterizada historicamente como elitista e tardia e a partir do que ele chama de “continuidade da descontinuidade”, em que as ações tomadas por legisladores e governantes não eram desenvolvidas em governos subsequentes.

Por fim, ao falar do cenário atual, o professor afirmou: “o passado nos ensina que os educadores que se organizaram, se reuniram para prestigiar uma via de democracia e melhor cidadania para todos, não abdicaram de determinados princípios”. Ele finalizou questionando aos presentes: “é preciso perguntar de que princípios nós, docentes, não podemos abrir mão?”.

Ensino técnico

Na programação do 4º Seminário de Educação Profissional Técnica de Nível Médio, com o tema “Diálogos & Integração: para onde caminha a educação profissional”, estão mesas-redondas e grupos de trabalho para discutir os desafios presentes nos cursos técnicos do CEFET-MG. Segundo a diretora Carla Chamon, o momento de discussão e reflexão é prática importante do exercício da docência. “É aqui que podemos discutir a educação que queremos e a educação que fazemos”, afirmou. Durante a abertura, a professora citou algumas novas ações que tem sido desenvolvidas na Instituição: os encontros de área (como o recente Encontro Multicampi dos Professores de Língua Portuguesa), a internacionalização do ensino técnico e a regulamentação dos projetos de ensino.

Confira a programação completa do 4º Seminário da EPTNM.

Graduação

O 15º Workshop do Ensino de Graduação do CEFET-MG tem como tema “Gestão acadêmica: reflexões e proposições no cenário atual”. Instituído em 2006 e orientado pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), o encontro busca o desenvolvimento do ensino superior, por meio da troca de experiências entre professores, técnicos e pesquisadores de dentro e fora da Instituição. Segundo o diretor de Graduação do CEFET-MG, professor Moacir França, este ano o foco está na gestão acadêmica, a partir de três momentos: discutir a atuação do Conselho de Graduação (CGRAD), os planos de trabalho dos coordenadores de curso e a subjetividade no trabalho da coordenação.

Confira a programação completa do 15º Workshop do Ensino de Graduação.


Redação – Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG