LogoUT
  • Biotecnologia como alternativa à degradação ambiental

    Biotecnologia como alternativa à degradação ambiental

    Trabalhos de grupo de pesquisa são focados na compreensão dos microorganismos na natureza e seus potenciais usos em biotecnologia

    Encontrar soluções para o reaproveitamento ideal dos resíduos tem se configurado como um grande desafio para a pesquisa, que cada vez mais se dedica à tentativa de encontrar maior compreensão dos sistemas de biodegradação dos rejeitos da agricultura e da indústria. Tais resíduos, quando depositados sem o devido reaproveitamento e cuidados, além de emitirem gases do efeito estufa, poluem o solo e os reservatórios de água dos lençóis freáticos. Segundo dados do Fórum Internacional de Resíduos Sólidos, os poluentes são incorporados ao sistema de fluxo das águas subterrâneas que, depois, atingem as águas superficiais e produzem mudanças significativas nas espécies aquáticas e também na saúde humana.

    Foi pensando na proposição de produtos que poderiam ser utilizados para degradar os resíduos agroindustriais que nasceu o grupo de pesquisa Biodiversidade e Biotecnologia de Microorganismos, que reúne pesquisadores do CEFET-MG e da UFMG. Os trabalhos da equipe são focados na compreensão dos microorganismos na natureza e seus potenciais usos em biotecnologia.

    A matéria-prima do trabalho desenvolvido são basicamente os fungos, que têm enorme potencial na produção de enzimas. Estas, por sua vez, têm aplicações diversas nas áreas farmacêutica, cosmética, química e alimentícia, dentre tantas outras. Mas segundo a professora e coordenadora do grupo de pesquisa, muito ainda há de se descobrir sobre o tema, já que “ainda entendemos muito pouco sobre alguns mecanismos utilizados pelos microorganismos e, por isso, as aplicações ficam comprometidas”.

    O grupo foi criado em 2014 e é composto por seis professores e oito alunos (graduação, mestrado e doutorado) de diferentes áreas do conhecimento. A proposta é que o grupo seja transdisciplinar para agregação de novos conhecimentos e, consequentemente, novas propostas e soluções para os questionamentos.

    Um dos estudos desenvolvidos pelo grupo é o das enzimas produzidas por fungos basidiomicetos, popularmente conhecido como cogumelos. O objetivo é explorar os diferentes potenciais na obtenção de um produto que atenda à demanda da indústria biotecnológica. A meta é encontrar enzimas eficientes, que executem suas funções de maneira satisfatória e que possam ser produzidas em escala industrial de forma econômica e ecologicamente correta.

    “Utilizamos diferentes metodologias, desde as computacionais, como a consulta a bases de dados de sequências de genes e proteínas, até metodologias experimentais, realizadas na bancada”, detalhou Badotti. Essa última abordagem engloba técnicas como extração de DNA e a identificação de microorganismos e avaliação das enzimas produzidas através da incubação de fungos, dentre outros.

    As pesquisas já renderam três artigos publicados, além de convites aos membros do grupo para participação em congressos e palestras. Para Fernanda, mantém os componentes do grupo “informados e entusiasmados com as pesquisas e atividades didáticas”.

    A participação do grupo é aberta a estudantes, professores e todos que se interessam pelo tema. As reuniões acontecem semanalmente, no CEFET-MG e na UFMG. Para se inscrever, basta enviar um e-mail para fbadotti@outlook.com, manifestando interesse.

    Curiosidade

    Os microorganismos são utilizados desde a antiguidade em função dos benefícios que proporcionam à sociedade. Muitos compostos são produzidos por fermentação, como etanol e diversos compostos químicos e orgânicos. Os microorganismos ainda têm enorme potencial para aplicação em processos como a degradação de compostos tóxicos. E, num dos estudos desenvolvidos pelo Grupo de Pesquisa (Deslignificação de resíduos agroindustriais por extrato enzimático obtido de fungos basidiomicetos), busca-se entender detalhadamente como as enzimas produzidas por fungos degradam a matéria-prima vegetal.

    Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG

     

  • “A matemática está em tudo” é tema da Semana de Ciência e Tecnologia 2017

    “A matemática está em tudo” é tema da Semana de Ciência e Tecnologia 2017

    A 14ª Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT), organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, será de 23 a 29 de outubro em várias instituições do país

     

    Professores e alunos que têm interesse em apresentar trabalhos na 14ª Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT), organizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), podem preparar os seus projetos, pois a temática do evento já está definida: “A matemática está em tudo”. A Semana será de 23 a 29 de outubro em várias instituições do país. A escolha do tema deve-se ao Biênio da Matemática no Brasil que sediará neste ano a 58ª edição da Olimpíada Internacional de Matemática e, em 2018, o Congresso Internacional de Matemáticos. Estima-se que a Olimpíada reunirá cerca de mil adolescentes vindos de mais de cem outros países. Para o Congresso, a previsão é de que 5.000 dos melhores matemáticos do mundo virão ao Rio de Janeiro acompanhar o considerado maior evento mundial da área.

    No CEFET-MG, a Semana de Ciência e Tecnologia vai completar sua 13ª edição. Trabalhos de iniciação científica, palestras, minicursos, oficinas, exposições e atividades culturais são algumas atividades que serão apresentadas. A Mostra de Trabalhos Específicos e Atuações (META), evento organizado pelo CEFET-MG, também fará parte da programação da Semana com apresentação de trabalhos de diferentes áreas de conhecimentos.

    A Matemática no dia a dia

    A Matemática está inserida em muitas atividades do cotidiano e a todo o momento fazemos uso do raciocínio lógico e abstrato. Até mesmo para atravessar a rua com segurança, calculamos a distância a ser percorrida, na elaboração de uma simples receita de bolo e também em outras atividades que demandam cálculos que exigem conhecimentos mais específicos, como é o caso da construção de um viaduto.

    A Matemática é usada como ferramenta essencial nas várias áreas do conhecimento humano, nas coisas mais simples e também em estudos mais avançados, como Física, Biologia, Química, Engenharia, Economia, Administração de negócios, Artes, Agricultura e também Medicina.

    Em breve, informações sobre a 13ª Semana C&T e META do CEFET-MG

     

    Secretaria de Cominicação Social / CEFET-MG

     

  • CEFET-MG lança Programa Institucional de Chamada de Compra de Livros

    CEFET-MG lança Programa Institucional de Chamada de Compra de Livros

    A Coordenação da Biblioteca Universitária do CEFET-MG, por meio da Diretoria de Planejamento e Gestão (DPG), lança o Programa Institucional de Chamada de Compra de Livros de 2017

    A finalidade é receber sugestões de aquisição de livros nacionais e importados voltados para os cursos técnicos, graduação e pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). O sistema SophiA Biblioteca, para envio das sugestões, estará aberto de 8 de maio a 14 de junho. Não haverá prorrogação do prazo.

    Para participarem do programa, os professores de todos os campi do CEFET-MG deverão estar com cadastro ativo e atualizado no Sistema, pois as sugestões dos títulos e quantidade dos exemplares deverão ser enviadas via esse terminal.

    A chamada é exclusiva para a compra de livros, não estando incluídos materiais como Norma Técnica, CD-Rom, DVD e assinatura de periódicos.

    As sugestões devem obrigatoriamente contemplar o que está nos planos de ensino dos cursos e levar em consideração as orientações do INEP/MEC relativas às quantidades de exemplares para bibliografia básica e complementar. Entre outros objetivos, a proposta da chamada é desenvolver o acervo bibliográfico das bibibliotecas da Instituição e unificar os processos de compras de livros.

    O tutorial com as orientações para inclusão de sugestão no sistema será disponibilizado a partir de 8 de maio.

    A previsão de abertura do pregão eletrônico para a compra será no segundo semestre deste ano.


    Chamada de Compra de Livros 2017

    Secretaria de Comunicação Social / CEFET-MG



Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Nam cursus. Morbi ut mi. Nullam enim leo, egestas id, condimentum at, laoreet mattis, massa.

Enquete

Durante sua formação escolar, quais atividades, além do ensino propriamente, você prioriza:

Habilite Cookies no seu navegador!
  •  atividades de pesquisa, como feiras, congressos, grupos de pesquisa etc.
  •  atividades extensionistas que proporcionem contato direto com a comunidade.
  •  atividades culturais e/ou extracurriculares.
  •  atividades profissionais e de estágio.
  •  somente o estudo; procuro não me envolver em outras atividades.

Favor escolher uma resposta

Voto efetuado com sucesso

Favor escolher uma resposta